Site

Você conhece os termos que aparecem em leilão?

3 de outubro de 2021
admin

Quando queremos adquirir um produto, sempre recorremos à internet para encontrar o item desejado ou algo semelhante que esteja próximo ao ideal. Nos deparamos com inúmeras lojas online, marketplaces, sites especializados e também sites de leilões. Neste caso, os leilões são a oportunidade para entrar em disputa por um lote e arrematá-lo pelo menor preço possível, de acordo com os lances iniciais, além de auxiliar a economia circular.

Mas você conhece todos os termos que estão inseridos dentro de um leilão? Como exemplo, as palavras comitente, arrematante, exequente e incremento estão sempre entre os textos redigidos para as ações da Hisa Leilões. Abaixo vamos listar estas que já foram citadas e também mais algumas, acompanhadas de seus respectivos significados.

Comitente

Este é, de forma literal, a pessoa (que pode ser física ou jurídica) que está vendendo os bens no leilão. Nome muito comum entre leiloeiros, os comitentes são peça fundamental para o leilão, afinal, as ações precisam de um vendedor para ofertar lotes.

Arrematante

Para todo vendedor, ou comitente, é preciso um comprador, não é? O comprador de um leilão é denominado como arrematante que, após disputar um lote com outros possíveis arrematantes, venceu o leilão e arrematou o lote pelo maior preço ofertado.

Exequente

Este termo se refere ao autor, seja uma pessoa física ou jurídica, que move uma ação na Justiça contra o executado. No site da Hisa Leilões existem lotes que foram destinados ao leilão após uma ação executada na Justiça.

Lance inicial

Com o leilão disponível para visitação dos lotes e bens listados, também já é possível que os possíveis arrematantes entrem em disputa através dos lances. Todo lote conta com o lance inicial programado pela casa de leilões, que chama atenção pelo desconto quando é comparado ao valor de avaliação do bem.

Como exemplo, um leilão que conta com imóvel que está avaliado em R$1 milhão e está com lance inicial de R$350 mil, está com desconto de 65% no lance inicial.

Incremento

Para que o leilão tenha continuidade com os lances sendo superados e gerar disputa entre os possíveis arrematantes daquele bem, é necessário que um valor mínimo seja implementado para que, desta forma, a disputa siga de forma organizada. Este valor é denominado de incremento e é o mínimo para aumentar o lance seguinte.

Por exemplo, no caso de um lote que está já em disputa com o lance de R$40 mil e conta com incremento de R$2 mil, o próximo lance ofertado só poderá ser de, no mínimo, R$42 mil e assim por diante.

Alienação fiduciária

Este termo é referente a um acordo acertado entre comprador e instituição financeira que, para emprestar o dinheiro, necessita de algo como garantia. Muitas vezes são veículos e imóveis que estão sob a alienação fiduciária.

Um bem que vai a leilão por este motivo é referente ao não pagamento de partes acordadas previamente entre o comprador e a instituição financeira. Assim o bem é tomado pela instituição financeira como garantia da dívida e então levado a leilão para ser oportunidade de gerar mais fundos para a instituição.

1º e 2º leilão

Em alguns casos de leilões, os lotes têm, por obrigação judicial, que passar por duas edições de leilões antes de serem arrematados. Existem lotes que oferecem altas porcentagens de desconto no lance inicial para o segundo leilão.

Lance

É o valor que o arrematante está disposto a pagar pelo bem. Os lances são progressivos de acordo com a disputa e o apelo por tal lote. Os lances são superados com a adição do incremento por parte dos arrematantes.

Lote

É o “produto” que está sendo leiloado. Existem casos de lotes com uma única unidade de um bem, como também há casos de lotes que contam com diversos bens, iguais ou diferentes, mas agrupados em um único lote.

Os lances são ofertados sobre os lotes. No caso de um lote com 15 bens listados, não é possível arrematar um único bem separadamente, apenas o lote completo.

Quando queremos adquirir um produto, sempre recorremos à internet para encontrar o item desejado ou algo semelhante que esteja próximo ao ideal. Nos deparamos com inúmeras lojas online, marketplaces, sites especializados e também sites de leilões. Neste caso, os leilões são a oportunidade para entrar em disputa por um lote e arrematá-lo pelo menor preço possível, de acordo com os lances iniciais.

Mas você conhece todos os termos que estão inseridos dentro de um leilão? Como exemplo, as palavras comitente, arrematante, exequente e incremento estão sempre entre os textos redigidos para as ações da Hisa Leilões. Abaixo vamos listar estas que já foram citadas e também mais algumas, acompanhadas de seus respectivos significados.

Comitente

Este é, de forma literal, a pessoa (que pode ser física ou jurídica) que está vendendo os bens no leilão. Nome muito comum entre leiloeiros, os comitentes são peça fundamental para o leilão, afinal, as ações precisam de um vendedor para ofertar lotes.

Arrematante

Para todo vendedor, ou comitente, é preciso um comprador, não é? O comprador de um leilão é denominado como arrematante que, após disputar um lote com outros possíveis arrematantes, venceu o leilão e arrematou o lote pelo maior preço ofertado.

Exequente

Este termo se refere ao autor, seja uma pessoa física ou jurídica, que move uma ação na Justiça contra o executado. No site da Hisa Leilões existem lotes que foram destinados ao leilão após uma ação executada na Justiça.

Lance inicial

Com o leilão disponível para visitação dos lotes e bens listados, também já é possível que os possíveis arrematantes entrem em disputa através dos lances. Todo lote conta com o lance inicial programado pela casa de leilões, que chama atenção pelo desconto quando é comparado ao valor de avaliação do bem.

Como exemplo, um leilão que conta com imóvel que está avaliado em R$1 milhão e está com lance inicial de R$350 mil, está com desconto de 65% no lance inicial.

Incremento

Para que o leilão tenha continuidade com os lances sendo superados e gerar disputa entre os possíveis arrematantes daquele bem, é necessário que um valor mínimo seja implementado para que, desta forma, a disputa siga de forma organizada. Este valor é denominado de incremento e é o mínimo para aumentar o lance seguinte.

Por exemplo, no caso de um lote que está já em disputa com o lance de R$40 mil e conta com incremento de R$2 mil, o próximo lance ofertado só poderá ser de, no mínimo, R$42 mil e assim por diante.

Alienação fiduciária

Este termo é referente a um acordo acertado entre comprador e instituição financeira que, para emprestar o dinheiro, necessita de algo como garantia. Muitas vezes são veículos e imóveis que estão sob a alienação fiduciária.

Um bem que vai a leilão por este motivo é referente ao não pagamento de partes acordadas previamente entre o comprador e a instituição financeira. Assim o bem é tomado pela instituição financeira como garantia da dívida e então levado a leilão para ser oportunidade de gerar mais fundos para a instituição.

1º e 2º leilão

Em alguns casos de leilões, os lotes têm, por obrigação judicial, que passar por duas edições de leilões antes de serem arrematados. Existem lotes que oferecem altas porcentagens de desconto no lance inicial para o segundo leilão.

Lance

É o valor que o arrematante está disposto a pagar pelo bem. Os lances são progressivos de acordo com a disputa e o apelo por tal lote. Os lances são superados com a adição do incremento por parte dos arrematantes.

Lote

É o “produto” que está sendo leiloado. Existem casos de lotes com uma única unidade de um bem, como também há casos de lotes que contam com diversos bens, iguais ou diferentes, mas agrupados em um único lote.

Os lances são ofertados sobre os lotes. No caso de um lote com 15 bens listados, não é possível arrematar um único bem separadamente, apenas o lote completo.